06.04.2021|por Rafael Longo

As 4 fases do Marketing Digital

Conheça o Inbound Marketing e o caminho para conquistar novos clientes através de um funil de vendas que os leve pelas fases do marketing digital.
As 4 fases do Marketing Digital

Investir em marketing digital não é mais uma opção. Pelo contrário: é uma necessidade para conquistar clientes na era digital. No entanto, para esse investimento ter bons resultados, você precisa contar com o Inbound Marketing.

O Inbound é uma estratégia baseada em um funil de vendas, que serve para guiar um possível cliente (ou lead) pelas 4 fases do marketing digital:

  • Atrair;
  • Converter;
  • Relacionar;
  • Analisar.

Mas para entender como você pode aplicar essas 4 fases na sua estratégia de marketing, para conquistar muito mais clientes, é preciso entender melhor como funciona o Inbound Marketing e o funil de vendas.

Continue sua leitura e confira:

Inbound marketing e funil de vendas: entendendo as estratégias do marketing de atração
1. A primeira fase do marketing digital: atração de visitantes
2. É hora de converter leads
3. Qualifique seus leads com o relacionamento
4. Analise os resultados, otimize as estratégias e tenha um marketing cada vez mais preciso
Para ter resultados, você precisa de planejamento

Inbound marketing e funil de vendas: entendendo as estratégias do marketing de atração

As 4 fases do Marketing Digital

Entender de Inbound Marketing precisa ser o primeiro passo para qualquer empresa que quer começar a conquistar clientes e faturar com o marketing digital. Por isso, se esse é o seu objetivo, está na hora de entender o que é essa metodologia tão poderosa, aplicada pelo Vale do Silício e tantas empresas ao redor do mundo.

O Inbound Marketing também é conhecido como “marketing de atração”, pois o foco dele é subverter as estratégias tradicionais para conquistar clientes.

Ao invés de correr atrás de clientes com propagandas interruptivas, apresentando seu produto ou serviço, o Inbound faz com que essas pessoas cheguem até o seu negócio.

Para isso, o primeiro passo envolve técnicas do marketing de conteúdo, com a produção de artigos para blog, eBooks, posts de redes sociais e outras maneiras de atrair clientes, que entrarão no seu funil de vendas e se tornarão leads.

E esse é só o começo do Inbound Marketing e a entrada no funil. Ainda temos todas as etapas que vamos apresentar neste artigo. Então se prepare para conhecer todas as fases do marketing digital.

A primeira fase do marketing digital: atração de visitantes

Como acabamos de ver, o primeiro momento em qualquer estratégia de marketing digital é a atração. Você precisa captar a atenção do seu público-alvo, que está na internet, e fazê-lo interagir com a sua marca.

Para isso, você deve usar técnicas do marketing de conteúdo em diferentes frentes:

  • Marque presença nas redes sociais, com postagens frequentes;
  • Tenha um site que apresente as soluções que você oferece ao cliente;
  • Publique artigos de blog;
  • Produza vídeos, eBooks, cursos e outros materiais interessantes.

O mais importante é que esses conteúdos precisam ser do interesse do seu público, pois só assim você vai atraí-lo para o seu funil. E é aí que entra a definição da persona de sua empresa.

A persona no marketing digital

A persona é o seu “cliente ideal”, ou seja: um exemplo de pessoa que precisa do seu produto ou serviço, e que teria interesse em investir nele. 

Quando você sabe quem é esse cliente ideal, você passa a conhecer seus interesses, dores e necessidades, e sabe como produzir conteúdos que realmente vão atraí-lo.

Estratégias de SEO para atrair leads

No entanto, é preciso ter em mente que de nada adianta criar conteúdos de qualidade e totalmente interessantes para sua persona, se eles não chegarem até ela! Podemos até apelar para um jargão tradicional: “quem não é visto não é lembrado”.

Ou seja: se sua persona não acessar o seu site, não seguir você nas redes sociais, não ler o seu blog e não baixar os seus eBooks, a atração é impossível. Mas é por isso que contamos com SEO!

SEO é a sigla para Search Engine Optimization (ou, em português, Otimização para Ferramentas de Busca), uma técnica composta por várias estratégias para melhorar o seu rankeamento nas ferramentas de busca, como o Google.

Isso significa que se você tiver um bom SEO, as suas chances de captar a atenção do seu público de forma orgânica são muito maiores. Para alcançar esse objetivo, é importante ter excelentes palavras-chave, fazer um bom link building, produzir conteúdos originais, e muito mais. 

Investimento em mídias pagas (Facebook Ads e Google Ads)

Às vezes, as buscas orgânicas não são suficientes para o sucesso da sua campanha de marketing, mesmo que você tenha um excelente SEO. Então, para aumentar a visitação nas suas páginas e potencializar sua atração, vale a pena investir em mídias pagas.

Elas são plataformas como o Google Ads e o Facebook Ads, que aumentam a visibilidade das suas páginas e de seus anúncios na internet e nas redes sociais.

Esse processo envolve investimentos, mas é bastante flexível. Com valores módicos, você já consegue colher bons resultados, se sua estratégia for bem planejada.

No fim, se você seguir à risca essas dicas, com: conteúdos de qualidade, interessantes para sua persona e otimizados para os mecanismos de busca, você tende a ter uma excelente atração de pessoas para a sua marca.

Mas esse é só o começo!

Saiba mais: As leis da atração do Inbound Marketing

É hora de converter leads

As 4 fases do Marketing Digital

Assim que o seu possível cliente tiver passado pelo primeiro passo (a atração), você já vai ter criado nele algum tipo de interesse pela solução que sua marca oferece. No entanto, isso não quer dizer que ele já foi conquistado.

Afinal, se o seu produto ou serviço tiver um grande valor agregado, dificilmente o cliente vai decidir comprar logo depois da primeira visita, não é? Por isso, é preciso ir além da atração e começar a nutrir esse possível cliente.

E, para começar a nutrí-lo, você precisa convertê-lo em um lead: um visitante que já interagiu com a sua página, deixando algum canal de contato.

Para conseguir essa conversão, vale a pena oferecer conteúdos (textos, eBooks, vídeos, cursos, etc.) ainda mais ricos e cheios de informações, mas desta vez pedindo algo em troca: as informações do seu cliente.

Crie Landing Pages com formulários que essa pessoa precisa preencher para acessar seus conteúdos VIP. Assim, logo você terá alguma informação de contato e poderá passar ao próximo passo, ficando muito mais perto da venda.

Saiba mais: Inbound Marketing e a arte da conversão e nutrição de Leads

Qualifique seus leads com o relacionamento

Uma das principais características do Inbound Marketing é que ele envolve um processo de venda mais lento, mas que conquista clientes realmente fiéis. E isso tem muito a ver com a terceira etapa: o relacionamento.

Assim que conseguir o contato do seu lead, você pode começar a nutrí-lo enviando e-mails com dicas, mais conteúdos interessantes e outras formas de contato.

Vá mostrando para o lead o quanto sua empresa tem experiência no ramo, e o quanto você se preocupa com a satisfação dele. Dessa forma, você logo construirá com ele uma relação de confiança que é o segredo para transformá-lo em uma oportunidade de venda.

E aí temos o momento da conversão final: o lead se torna uma oportunidade para a sua equipe comercial, que vai fechar a venda com ele.

Essa conversão pode vir tanto de forma ativa pelo lead, em uma ação que chamamos de levantada de mão, ou de forma passiva, que podemos classificar como oportunidade por lead score. 

Basicamente, a levantada de mão é aquela conversão que acontece quando o lead já compreendeu as suas próprias necessidades e, a partir do relacionamento com a sua marca, identificou que sua empresa é a solução que ele precisa. Então ocorre a “levantada de mão”: o pedido de um contato comercial. 

Já o lead score ocorre de outra forma. Sua estratégia define uma pontuação para cada ação que seu lead pode executar dentro do relacionamento, por exemplo: ler e-mails, visitar o site, baixar materiais, etc. 

Então, quando o  lead alcança uma pontuação previamente estipulada como alvo, ele é marcado como uma oportunidade para que a equipe de vendas entre em contato.

Aqui também vale a pena avaliar quais dos seus leads ainda precisam ser trabalhados pela equipe de marketing (estes são chamados de MQL, ou Marketing Qualified Leads) e quais já podem ser encaminhados para a equipe de vendas (estes são os SQL, ou Sales Qualified Leads).

Saiba mais: Inbound Marketing para gerar oportunidades e vender mais

Analise os resultados, otimize as estratégias e tenha um marketing cada vez mais preciso

No entanto, um bom marketing digital não para por aí. O mundo da internet é repleto de informações e está em constante mudança. Por isso, as suas campanhas de marketing também precisam evoluir.

Então a última fase do marketing digital que você precisa conhecer é a análise dos resultados!

Você precisa medir o número como:

  • Visitantes nas suas páginas;
  • Vendas;
  • Quantidade de leads;
  • Oportunidades;
  • Taxa de conversão de leads;
  • Índice de rejeição;
  • Motivos de rejeição de proposta;
  • Entre outros

Tudo isso para saber como você pode otimizar suas campanhas e ter um marketing cada vez mais preciso, com menos custos e mais resultados.

Saiba mais: Como analisar os resultados do marketing digital

Para ter resultados, você precisa de planejamento

Como vimos, o Inbound Marketing é composto de etapas que vão guiar a conquista de clientes e o crescimento da sua empresa. Podemos até dizer que essa estratégia envolve os seguintes passos:

  • Deixe que seu cliente venha até você
  • Crie um relacionamento com ele
  • Mostre que sua marca tem valor e pode resolver seus problemas
  • Conquiste a confiança dele
  • Transforme-o em uma oportunidade para o seu time de vendas

No entanto, para ter sucesso nesse mundo digital não basta saber disso. Pelo contrário: é preciso realizar um marketing inteligente, organizado e com um foco bastante definido.

Mas, para isso, é preciso ter um bom planejamento de marketing digital. Esse precisa ser o centro ao redor do qual todas as suas estratégias vão flutuar.

Sem um planejamento, as chances são de que você se perca no processo de conversão do paciente. Por isso, nós preparamos um eBook que te ensina como planejar todos os passos do seu marketing nesse mundo digital. Confira:

eBook: Como ter um planejamento de Marketing Digital Completo - CTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ver sua empresa crescer e se tornar referência com o marketing digital