11/03/2020
Compartilhe este artigo

Faça um exercício de imaginação com a gente! Considere que você trabalha por demanda.

A cada mês você vai receber um valor diferente – em alguns meses de muito trabalho, seu faturamento vai às alturas!

Em outros, mais parados, o valor que chega no seu caixa é bastante minguado. 

Mas seus gastos continuam! Nos meses de muita demanda, dá para pagar tudo com tranquilidade.

Mas tem períodos em que o negócio é puro aperto…

E você nunca consegue se organizar e planejar o futuro! Cada mês é um novo desafio.

Mas enquanto a economia se mantém positiva e a demanda alta, dá para seguir tendo um certo sucesso apesar disso.

No entanto, de repente, a economia despenca! Chegou o tempo das vacas magras, todo mundo fechou suas carteiras e a demanda pelo seu trabalho só diminui.

Você conseguiu guardar um pouco do lucro que fez em bons períodos, mas ele não vai durar para sempre!

Sem ter uma previsão de rendimentos, não deu para fazer planos de longo prazo.

Não deu para se preparar direito para a crise. E, com a demanda só diminuindo, logo talvez não dê mais para continuar no negócio.

Parece um caos, não é? É por isso que a previsibilidade – que na vida pessoal pode ser entediante – é um largo passo na direção do sucesso nos negócios e na vida profissional!

Com uma boa previsibilidade de rendimentos, você consegue preparar investimentos, analisar o crescimento e se preparar para crises que podem afetar sua empresa!

E nada como um modelo de receita corrente para garantir a previsibilidade dos seus negócios!

Afinal, com ele você consegue ter uma noção muito clara dos rendimentos dos meses a seguir – que sempre podem ter alguma variação, mas essa variação também pode ser prevista!

É claro, momentos de crise podem afetar também negócios de receita recorrente, mas quando você possui essa previsibilidade, você se prepara melhor para estas situações!

Quem trabalha com Software as a Service (SaaS) provavelmente já utiliza esse tipo de faturamento, já que os SaaS são um dos negócios que mais combinam com o estilo de renda.

Mas mesmo quem já trabalha com receita corrente pode ter muito a aprender para aproveitar ao máximo a tranquilidade da previsão financeira!

O que é receita recorrente?

Previsibilidade e controle financeiro: Descubra as vantagens da receita recorrente! | Fluxo

Comecemos pelo básico! Receita corrente é um tipo de comercialização de produtos ou serviços também conhecido como modelo de assinaturas. Nele os bens são pagos com uma frequência determinada em um certo período de tempo.

Para facilitar a compreensão, podemos pensar nas mensalidades de um colégio particular! Ou em serviços mais modernos, como plataformas de streaming como o Netflix.

Esses dois casos são tipos de negócios que trabalham com receita recorrente. O cliente paga todo mês para ter acesso a algum tipo de serviço.

Isso significa que o cliente pode se preparar para esse investimento todo mês e – o que é importante para a nossa conversa – a empresa pode contar com esse dinheiro entrando mensalmente.

Essa é a realidade da maior parte das empresas de Software as a Service!

E pode ser muito melhor utilizada quando junto com o indicador de receita corrente, que pode ser mensal ou anual, que veremos mais adiante.

Vale lembrar: Receita recorrente é diferente de parcelamento! Um pagamento parcelado é quando uma compra que possui uma taxa única é dividida em várias vezes.

O cliente recebe recebe seu produto e continua pagando até completar o valor dessa taxa. 

Enquanto isso, a receita recorrente se diferencia porque o serviço ou produto é entregue e cobrado de forma regular no decorrer do tempo.

Receita recorrente nos SaaS

Aqui na Fluxo nós acreditamos que a era digital veio para mudar as regras do jogo.

Os clientes mudaram, a forma de fazer negócios mudou e a gestão empresarial precisa acompanhar esse fluxo. 

É aí que entram as empresas de Software as a Service! Como o nome – software como um serviço – indica, essas empresas não comercializam mais o seu sistema como um produto, que o cliente vai comprar uma licença, instalar na sua máquina e usar por sua própria conta. 

Empresas de SaaS comercializam seu sistema como um serviço: Ele é disponibilizado online, para uso do cliente, que recebe atualizações, suporte e atendimento constante.

Por isso mesmo, é o tipo ideal de negócios para o uso de receita corrente! Ainda mais porque um atendimento frequente permite a possibilidade da criação de vínculos mais fortes entre a empresa e seus clientes, o que fortalece ainda mais o modelo de assinatura.

É por esse motivo que a maioria das empresas de SaaS cobram mensalidade para prestação do serviço! 

Há algumas que disponibilizam períodos gratuitos para teste, para o cliente experimentar se as soluções são o que ele está procurando.

Há também as que liberam acesso por tempo indefinido para funções mais simples e cobram de usuários que buscam soluções mais completas.

No entanto, no geral, quando acontece a cobrança, ela é feita no modelo de receita recorrente.

Vantagens da receita recorrente

Como vimos, a receita recorrente permite melhor previsibilidade no seu financeiro.

Mas que tal nos aprofundarmos um pouco mais nas vantagens desse modelo de cobrança? Conheça os três principais benefícios da receita recorrente.

1- Maior controle financeiro

Essa é a principal vantagem do modelo de receita recorrente – e também o mais óbvio.

Quando você fecha um contrato com um cliente, você terá previsibilidade na sua receita!

Lembra da situação que imaginamos lá no início do texto? Esse tipo de realidade caótica não acontece quando você controla o seu financeiro de acordo com os recebimentos fixos mensais de seus clientes!

Você consegue controlar seu fluxo de caixa e ainda acertar mais nas decisões sobre o futuro da sua empresa. 

2- Segurança para investimentos

Uma empresa precisa investir para continuar crescendo e manter-se competitiva nesta era digital!

Por isso, ter confiança nos recebimentos mensais significa que seus investimentos podem ser muito mais seguros.

Você pode expandir sua equipe, aumentar a área da sua empresa, contratar especialistas e até melhorar o seu produto – tudo com segurança, já que você tem uma noção dos rendimentos que deverá ter pelo menos pelos próximos meses.

3- Fidelização de clientes

Quando seu rendimento é recorrente, você obrigatoriamente terá algum tipo de contato com seus clientes durante os meses de contrato!

Se você souber trabalhar esses momentos com um atendimento humanizado e bastante competente, você fideliza e evita que esses clientes cancelem ou não renovem o contrato. Ou seja, reduz sua taxa de churn.

Melhore a previsibilidade do seu negócio: Métricas da sua receita recorrente

Previsibilidade e controle financeiro: Descubra as vantagens da receita recorrente! | Fluxo

Agora que você sabe porque vale tanto a pena fazer seus negócios em receita recorrente, vamos te mostrar como melhorar ainda mais a previsibilidade dos seus rendimentos. 

Podemos calcular sua rentabilidade mensalmente. Para isso, você precisa conhecer o indicador MRR (Monthly Recurring Revenue).

Para o cálculo, você precisa multiplicar o número de clientes em sua base ativa pelo valor que eles pagar nos seus contratos recorrentes. Ou, na prática:

MRR = Número de clientes * valor médio dos contratos.

Com isso, você tem uma estimativa do que você vai receber por mês em um futuro próximo!

Esse valor só varia em casos de inadimplência, de novas vendas ou de rescisões de contrato.

Por isso, você pode pensar em novas estratégias e avaliar se é hora de investir ou de ser mais prudente.

Como o Inbound Marketing melhora sua receita recorrente?

Há três formas de melhorar o valor do seu MRR – o que, na prática, significa aumentar os rendimentos da sua empresa.

A primeira das formas é quando um cliente que já trabalha com suas soluções adquire uma versão mais avançada do seu sistema – começando a pagar um valor maior. Essa ação é conhecida como Upsell.

A segunda é o Cross-sell, que acontece quando um cliente adquire um produto ou um serviço da sua empresa que seja complementar aos serviços que já possui. 

Essas duas formas podem se valer muito de um Inbound Marketing de qualidade.

Afinal, através do Inbound, você continua a alimentar seus clientes com conteúdos que vão tirar dúvidas, melhorar seus processos, aumentar a fidelização e: bônus! Fazer com que eles se interessem pelas soluções mais avançadas do seu sistema.

Já a terceira forma é conquistando novos clientes. E é aí que o Inbound Marketing realmente brilha!

Afinal, o Inbound é o marketing de atração, feito especialmente para levar leads qualificados para a sua empresa: Leads que se tornarão oportunidades e, finalmente, novos clientes – com um potencial de fidelização muito grande!

Por isso, aproveite ao máximo essas oportunidades! Invista no digital e aumente a receita que sua empresa receberá todos os meses.

Confira nosso eBook sobre como usar o marketing digital para vender mais, e aprenda a tirar o máximo das oportunidades que a internet criou!

As leis da atração do Inbound Marketing

Compartilhe este artigo
São mais de 12 anos de experiência em Desenvolvimento voltado para internet, 8 anos trabalhando com Marketing Digital e uns 4 anos ajudando empresas a ter mais oportunidades de negócio com o Inbound Marketing.
Rafael Longo
Conheça o autor:

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *