11/12/2015
Compartilhe este artigo

É fato que muitas empresas fazem muito sucesso utilizando o Facebook para alavancar as vendas. Entretanto, para a grande maioria das empresas, o site não deve ser substituído por uma página no Facebook. Abaixo, você descobre o porquê.

Por que ter uma Fan Page?

  • Você se aproxima dos seus consumidores;
  • consegue acompanhar as opiniões sobre produtos, serviços e sua marca em tempo real;
  • Entende o que seu público-alvo realmente precisa;
  • Faz promoções exclusivas para os seus fãs;
  • Sabe quem são as pessoas que mais interagem com sua marca;
  • Potencializa a comunicação da sua marca;
  • Consegue engajamento da marca junto ao cliente.

Embora algumas empresas tenham adotado essa prática usando o Facebook como loja virtual, por exemplo, abrir mão de um site próprio por uma presença apenas na rede social pode não ser uma boa estratégia. Há vários motivos, mas o principal é que o Facebook não é um ativo da empresa, você não é exatamente o dono de sua página no Facebook. O Mark que é o dono, e pode removê-la se bem entender e você ficar a ver navios. Lá as regras do jogo podem mudar a qualquer momento.

A Fan Page tem que ser encarada como um complemento, tanto para o seu site quanto para o seu consumidor.

Além disso o conteúdo da sua Fan Page não será totalmente indexado pelos mecanismos de busca (Google). Assim, você pode perder diversas oportunidades de ganhar visitas quando alguém procurar algo que tem a ver com seu tipo de negócio.

É mais fácil o Google direcionar para o site do que para o Facebook.

Ter o seu próprio canal de conteúdo no Facebook pode facilitar muito a vida de quem está procurando informações sobre o seu produto. Embora deva-se tomar cuidado para não se tornar uma marca egocêntrica. Ninguém gosta de quem passa o tempo todo apenas falando de si mesmo. E é aí que muitas cometem os maiores erros. A falta de profissionalismo nesse quesito é gigantesco.

Além disso, um site permite que você ainda possa ter os seguintes fatores:
Customização e controle do conteúdo
Por mais que sua empresa crie uma página com diversos elementos visuais e interativos, ela sempre continuará amarrada ao layout do Facebook. O que não é muito incomum, diga-se de passagem – sua empresa terá que adaptar todo o conteúdo novamente, o que gera custo e, no pior dos cenários, perda de performance da página.

Confiança

Nem todo mundo está no Facebook. Caso resolva utilizar apenas uma página no Facebook ao invés de um site, a empresa estará focando apenas em um segmento dentro de seu mercado-alvo, algo que pode acarretar sérias perdas de oportunidades de venda.

Outro motivo é que, possuindo um site, tem-se a possibilidade de trabalhar a identidade visual e transmitir um pouco da personalidade da empresa, bem como passar mais profissionalismo e credibilidade.

Uma vez que nem todas as pessoas se sentem seguras em preencher um formulário ou fazer uma compra através do Facebook, por exemplo, a empresa pode estar perdendo ótimas oportunidades de gerar Leads.

Controle sobre o próprio destino

Mudanças são normais no Facebook, já ocorreram alterações nos termos de uso e no layout das páginas em 2012 e 2014. Alias, a mudança pode não estar apenas dentro do Facebook, mas em toda a internet. Assim como o Orkut já foi a rede social mais usada e acabou, não há garantia de que em 5 anos o Facebook também não irá desaparecer. E você que investiu em anúncios patrocinados e na conquista de fãs, precisará começar tudo de novo.
Um site não. Um site é para sempre.

O Facebook não substitui um site, mas é um grande aliado.

As redes sociais podem ser comparadas com um telefone e o site como um escritório, da mesma forma que você não vai tocar seu negócio apenas pelo telefone, uma página no Facebook não substitui um site.
Por fim, podemos perceber que as páginas se tratam apenas mais uma parte da estratégia de marketing digital.

Conheça um pouco sobre os links patrocinados do Facebook com nosso eBook Grátis sobre Facebook Ads:

Um eBook completo sobre Facebook Ads

 


Compartilhe este artigo
São mais de 12 anos de experiência em Desenvolvimento voltado para internet, 8 anos trabalhando com Marketing Digital e uns 4 anos ajudando empresas a ter mais oportunidades de negócio com o Inbound Marketing.
Rafael Longo
Conheça o autor:

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *