16.12.2020|por Iara Picolo

Palavras-chave: como definir e impulsionar as estratégias de marketing digital?

Descubra como definir palavras-chave e veja sua importância para estratégias de SEO, rankeamento no Google, marketing digital e Inbound Marketing.

Dentro do marketing digital existem várias vertentes. Uma das principais estratégias é o Inbound Marketing, cuja concepção é pautada em alguns princípios: atrair, converter, relacionar e vender.

Assim, a estratégia do Inbound Marketing busca, através de conteúdos relevantes para um público-alvo específico, guiá-lo por um funil de vendas até a efetivação da compra e fidelizá-lo à sua marca.

No entanto, para que esse processo funcione, é preciso fazer com que o público veja seus conteúdos! Para isso, as palavras-chave são simplesmente fundamentais. São elas que fazem seus clientes darem o primeiro passo para entrar em seu funil de vendas.

Afinal, na hora de tirar uma dúvida ou comprar um produto ou serviço na internet, o cliente geralmente vai digitar o que procura no Google, não é? Então o objetivo das palavras-chave é fazer com que sua marca apareça nessa busca e atraia a atenção do cliente. 

Em outras palavras, elas são as responsáveis pela ponte existente entre o que seu público-alvo procura e o produto/serviço que a sua empresa tem a oferecer. Assim, ela é uma das principais técnicas de SEO (Search Engine Optimization) para que sua marca tenha um bom rankeamento no Google.

Portanto, é preciso entender como você pode definir essas palavras para alavancar as estratégias do seu marketing digital

Neste artigo você irá conferir: 

  • A importância das palavras-chave;
  • Como fazer a definição de palavras-chave?

A importância das palavras-chave no marketing digital 

Palavras-chave são termos de uma ou mais palavras que representam o assunto de um conteúdo ou página da internet, ou seja, elas “dão a ideia”, uma “base” sobre o que se trata aquele conteúdo. 

Quando uma pesquisa é realizada, a procura usando palavras específicas torna a sua resposta mais assertiva. Por isso, as suas palavras-chave devem, de certa forma, prever o que o cliente vai pesquisar.

Assim, a função da palavra-chave no marketing digital é a de guiar a otimização de um site ou página e gerar mais leads por meio da busca orgânica. Elas são a chave para que a sua página obtenha um bom rankeamento no Google. 

Assim, é preciso levar em consideração alguns fatores essenciais para que suas palavras-chave sejam realmente efetivas para ajudar seus possíveis clientes a encontrarem seus conteúdos.  Só assim você vai conseguir atrair a atenção deles, levá-los ao seu funil de vendas e transformá-los em leads para sua estratégia de Inbound Marketing.

Como fazer a definição das palavras-chave?

Após esclarecida a sua importância, a próxima etapa está em: como definir as palavras-chave do seu site e redes sociais?

Como vimos, as palavras-chave funcionam como elo entre o problema do cliente e a solução que a sua empresa oferece.

Um mesmo problema pode ser pesquisado de diversas maneiras. Por esse motivo, conhecer quem realiza essas pesquisas faz com que a comunicação seja mais assertiva e te ajuda a rankear melhor nas pesquisas do Google.

Quando você entende quais os termos e palavras mais usados pelo seu público, você pode focar a sua estratégia de marketing digital conforme o tipo de pesquisa que o seu público-alvo realiza. 

Para isso, contar com ferramentas para análise de comparação dos volumes de busca dos termos, como o Google Trends, permite com que você entenda como o seu público se refere ao produto/serviço que você oferece. 

Com essas informações você pode selecionar quais termos e palavras são mais efetivos e relevantes para criar o seu conteúdo

Lista de palavras

Já ficou mais do que claro que conhecer o seu público é o principal quesito dentro do marketing digital. E na hora de criar a lista de palavras-chave não é diferente. 

Para conseguir uma lista que seja efetiva dentro do marketing é preciso saber quem é o seu nicho. 

Depois de determinado o nicho da sua empresa, é preciso conhecer os subnichos, ou seja, as categorias do seu nicho e vincular para cada um deles em torno de 10 palavras ou mais. 

Para obter mais palavras-chaves você pode contar com ferramentas gratuitas para auxiliar a gerar mais ideias. 

O Google ADS, o Ubersuggest e o Semrush são alguns exemplos de ferramentas que podem ajudar no processo de criação de palavras-chave, a partir dos termos que têm mais busca para o seu tipo de produto ou serviço.

Principais atributos para boas palavras-chave

Na hora de selecionar as palavras-chave, é preciso focar também nas suas características. É importante avaliar as palavras a partir de 3 atributos principais. São eles: volume de busca, dificuldade de rankeamento e intenção de compra

Volume de busca

O volume de busca representa a quantidade de vezes que determinado termo é pesquisado. Ou seja, palavras com grande volume de busca são aquelas que mais são procuradas pelo público, por isso, tendem a gerar bastante tráfego e acesso para o site. 

Essa estratégia, contudo, precisa ser avaliada de acordo com o objetivo esperado e suas possibilidades de investimento. Afinal, palavras com alto volume de busca costumam também ser usadas por um número grande de empresas. Isso pode fazer com que você tenha mais dificuldade de rankeamento (como veremos a seguir).

Além disso, considere que palavras-chave pouco segmentadas também costumam ter um alto volume de busca, mas vão acabar atraindo um público que não é o ideal para a sua marca. Por isso, o ideal é buscar palavras com alto volume de buscas, mas bem segmentadas para atingir o público certo.

Dificuldade de rankeamento

O SEO precisa ser pensado pelo tempo/esforço. Isso quer dizer que é preciso analisar o quão difícil será para se manter em destaque na página do Google com determinadas palavras-chave. Para tal, é preciso avaliar o custo-benefício dessas palavras.

Por isso, vale a pena contar com ferramentas que indiquem o volume de buscas, a concorrência e a dificuldade de rankeamento das palavras. Aqui estão alguns exemplos de ferramentas pagas que vale a pena conferir: 

  • MOZ: essa ferramenta analisa a dificuldade de rankeamento através de uma métrica que avalia o potencial dos termos no SEO. 
  • SEMrush: é outra ferramenta que avalia as palavras-chave.
  • Buzzstream: essa ferramenta oferece várias funcionalidades quando o assunto é construção de links. 

Aproveite e confira: Rankeamento no Google: O que levar em conta para chegar no topo?

Nem sempre ter um alcance amplo e uma gama grande de palavras expressa maior conversão e venda. Às vezes, ter um volume de buscas um pouco menor pode significar alcançar um excelente rankeamento com um público-alvo mais segmentado, que realmente está interessado em concretizar a compra do seu serviço/produto. 

Por exemplo: a procura por um tema mais genérico terá consequentemente uma quantidade de respostas também mais genérica. E a mesma lógica é aplicada para o inverso — quanto mais específica a procura feita pelo seu público, maior as chances de efetivar a compra.

Essa é a base da long tail e da short tail. Geralmente a long tail  é composta por mais palavras e termos específicos. Isso resulta em um menor volume de busca, contudo, o público-alvo atingido apresenta um maior interesse de compra e por isso é mais assertivo. Além disso, a competição é menor, o que facilita o seu rankeamento.

Por outro lado, as palavras short tail — que apresentam menos palavras e são mais amplas — revelam um maior alcance de pessoas, mas normalmente menos efetividade na conversão do público em clientes. 

Vale ressaltar que as estratégias precisam ser pensadas e planejadas em cima do objetivo final que a sua empresa procura obter.

Intenção de compra

Outra dica importante na hora de definir suas palavras-chave é pensar na intenção de compra de quem realiza buscas a partir desses termos.

Se você quer segmentar seu marketing digital para obter mais conversões e vendas, é interessante que as palavras-chave que levem ao seu produto ou serviço demonstrem intenção de compra.

Por exemplo, considere que você está vendendo um software de gestão para escolas. Vamos pensar em duas palavras-chave diferentes: 

  • como fazer gestão escolar 
  • preço software gestão escolar

A primeira palavra-chave é mais ampla e atrairá um público maior. Ela é muito boa para captar leads com um conteúdo de topo de funil, que sirva mais para informar e nutrir seus clientes, começando a gerar interesse pela sua marca.

Por outro lado, o segundo termo demonstra clara intenção de compra. Pessoas que buscam essa palavra-chave têm muito mais chance de se tornarem seus clientes, porque estão, de fato, buscando comprar um sistema.

As duas estratégias são muito válidas para uma estratégia de marketing digital, mas é preciso conhecê-las e saber qual o seu objetivo na hora de definir as palavras-chave.

A importância do conteúdo

Um dos primeiros passos para começar um bom marketing digital é estruturar e priorizar palavras, com base em um planejamento estratégico. Mas é importante entender que, embora as palavras-chave sejam uma parcela muito relevante, elas não resumem todo o processo e o conteúdo é essencial!

Afinal, um dos maiores erros dentro da esfera do marketing é apostar somente em vendas e propagandas sobre a sua empresa ou marca, esquecendo de produzir conteúdos. 

Com a produção de um bom conteúdo você se torna autoridade de marca e o Google entende que o seu site ou post é mais relevante. Além de que, as pessoas que acessarem o seu material, se o acharem interessante, vão compartilhar e assim aumentar sua captação de leads. 

Por isso, é necessário que o seu conteúdo seja relevante e tenha como meta responder às dúvidas e questionamentos do seu público, afinal, o foco da sua empresa precisa ser o seu cliente.  

Outro fator importante é a geração de links internos para conteúdos relacionados, dessa forma você melhorará a experiência do usuário. 

Além disso, é preciso ter em mente que focar apenas nas palavras-chave não vai fazer com que seus resultados alavanquem. Dentro de um planejamento estratégico é preciso considerar também o tipo de comunicação, o layout dos produtos e o foco de estratégia do marketing de conteúdo, entre outros fatores importantes.

E todos esses pontos são definidos a partir do conhecimento do público-alvo, isto é: saber como é o seu cliente no meio digital. 

Assim, se você quiser saber mais sobre estratégias de marketing para vender mais, baixe o nosso eBook:

Baixar o eBook: Marketing Digital para Vender Mais
Palavras-chave no Marketing Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer ver sua empresa crescer e se tornar referência com o marketing digital