15/05/2020
Compartilhe este artigo

Aqui na Fluxo nós já sabemos que o digital está mudando as regras do jogo há um bom tempo. Há anos, a revolução tecnológica vem crescendo, mudando a forma com que as pessoas se relacionam e como elas fazem negócios.

Já era uma mudança inescapável, mas em 2020 ela se tornou ainda mais rápida. Com a pandemia do coronavírus, as recomendações de isolamento social e as quarentenas, mais e mais pessoas migraram boa parte dos seus relacionamentos pessoais, de suas compras e de sua vida no geral para o campo digital.

Em março, o Facebook registrou um aumento sem precedentes no uso da plataforma – batendo recordes de acessos quase diariamente. Foi tanto que a empresa teve até dificuldades de manter seus servidores no ar.

De acordo com a análise do próprio Facebook, o volume de uso na rede social aumentou em 70% no período. Além disso, o uso dos serviços de mensagem instantânea da empresa (WhatsApp e Facebook Messenger) teve um aumento de 50%.

Já o Instagram registrou um aumento de 70% no número de lives feitas em março (segundo a empresa Business Insider). Algo muito marcante da nova realidade que estamos vivendo.

Isso também é muito representativo no mundo dos negócios. Primeiro porque a crise fez com que as pessoas passassem a consumir menos e com mais cuidado. O que significa muito mais importância para o marketing no objetivo de conquistar clientes para sua marca.

Mas, mais do que isso, a transformação mais marcante foi a migração dos negócios para o mundo digital. Um levantamento feito pela Rede (empresa de meios de pagamento do Itaú) e publicado pela revista EXAME, mostrou um aumento de 59% no delivery de compras no Brasil, em abril. 

Já a Cielo, empresa operadora de cartões, registrou um aumento de 206% nas compras online em supermercados – além de aumento em outros setores, com números não tão altos, mas também consideráveis!

Esses números podem até reduzir quando a pandemia passar, mas a migração para o digital não tem volta. Nunca voltaremos para os patamares de antes e quem estiver pronto para transformar seu negócio em digital vai estar preparado para lidar melhor com a nova realidade.

Por isso, quer saber o que a sua empresa pode fazer em tempos de coronavírus? Este é o momento de descobrir como ir para o digital, como vender online e como contar com as redes sociais e com a internet para manter seu negócio.

Como minha empresa pode ser mais digital?

Saiba como tornar sua empresa mais digital agora? | Fluxo

Antes de falarmos sobre como vender online, é preciso entender um pouco mais sobre a estratégia digital necessária para realmente entrar nessa nova realidade.

O primeiro passo é trabalhar o seu marketing digital. Mas não se engane: marketing não é apenas a ação feita para vender – como uma propaganda, por exemplo. Toda a relação da sua empresa com clientes, com o público e com a sociedade em geral, fazem parte do seu marketing.

O marketing digital é essa relação, mas focada no âmbito da internet. Ele envolve suas redes sociais, mas não apenas isso. Ele abrange o site da sua empresa, blogs, comunicação via e-mail e WhatsApp, e o seu posicionamento como empresa no mundo digital como um todo.

Para pequenas e médias empresas, o momento agora é de se posicionar com eficiência, e também de produzir conteúdos úteis para seu público. Afinal, o marketing digital durante o coronavírus é a melhor ferramenta  para um relacionamento assertivo com o cliente.

O marketing digital leva muitos benefícios para pequenas e médias empresas. Para isso, é muito útil contar com um site e até um blog, mas o primeiro passo para realmente alcançar os clientes com agilidade é investir nas redes sociais.

Gestão de redes sociais

Hoje em dia, a maioria das empresas já conta com redes sociais, não é? Segundo a pesquisa Social Media Trendings 2019, da agência Rock Content, 96,2% das empresas entrevistadas já contavam com perfis nas redes sociais.

No entanto, a mesma pesquisa mostra que 45,5% dessas empresas estão pouco ou nada satisfeitas com seu posicionamento nas redes. 

Esse é um problema de marketing digital e de estratégias de gestão de redes sociais. 

Uma boa gestão de redes sociais começa buscando entender quem  é o seu cliente na era digital. Depois disso, é preciso selecionar as redes com as quais você vai trabalhar.

O Facebook e o Instagram são quase inevitáveis para uma estratégia digital eficiente. Os dois são as redes mais acessadas por empresas e pessoas no Brasil e no mundo. E reforçamos: Sua empresa precisa usar o Instagram.

Isso porque há grande potencial nas fotos chegando direto no celular dos seus clientes, junto com o dinamismo dos stories e as possibilidades da ferramenta de melhores amigos.

Depois disso, é preciso pensar na sua estratégia digital. Como sua empresa vai se portar nas redes sociais? É preciso ter uma orientação de objetivo e também um planejamento, para manter a frequência das postagens.

Postando com frequência confiável, é muito mais fácil engajar seus clientes – e você ainda consegue ter mais organização nos assuntos que pretende tratar nas suas redes.

É preciso lembrar de usar essas redes para um bom contato com os clientes, e não esquecer que em tempos de coronavírus, o relacionamento com os clientes é ainda mais essencial.

Para isso tudo, você precisa produzir bons conteúdos:

Como produzir conteúdos em uma estratégia digital

Saiba como tornar sua empresa mais digital agora? | Fluxo

Para se posicionar bem nas redes sociais é preciso produzir bom conteúdo. Isso ajuda também a se posicionar melhor no Google, caso você tenha um site ou blog.

Esse conteúdo deve ser interessante para seu público, deve ajudá-los com problemas reais de forma gratuita e oferecer informações, dicas e muito mais. 

Isso gera engajamento, autoridade para sua marca e uma relação de confiança entre o cliente e a sua empresa.

Esse é o objetivo do Inbound Marketing, uma estratégia de marketing digital mais focada na atração de clientes para a sua marca.

Mas o importante neste momento é saber que:

  • Gerando conteúdos, você mantém sua empresa interessante para os clientes, que não vão esquecer do que ela tem para oferecer;
  • Os conteúdos geram autoridade para a sua empresa, mostrando que você realmente entende do assunto;
  • Tendo bons conteúdos, você pode ajudar as pessoas a se protegerem neste tempo de pandemia;
  • Com a produção de conteúdos você gera oportunidades e vende mais!

Finalmente chegamos onde você estava esperando, não é? Vamos descobrir como usar o mundo digital para vender mais!

Como vender online com uma estratégia digital?

A grande finalidade de estar nas redes neste momento é encontrar novos caminhos para fazer suas vendas, não é?

Com os problemas no mundo “offline”, com isolamento social, lojas fechadas, dificuldades de apresentar seus produtos ou serviços, o mundo online se tornou muito uma grande possibilidade!

Mas é preciso saber como levar seu produto para essas novas plataformas. O que falamos sobre produção de conteúdos e gestão de redes sociais é um primeiro passo – que deve ser mantido sempre, para que sua marca continue conhecida e gerando novas oportunidades!

No entanto, é hora de entender na prática: como vender online?

O primeiro passo é pensar no que você está vendendo e em como isso se adapta ao mundo digital. Isso também envolve repensar custos, calcular os novos gastos e rever os processos.

Se você vende produtos físicos no varejo, é preciso considerar a entrega. Coloque tudo “na ponta do lápis”! Saiba quanto você vai gastar com a entrega, com as embalagens e com a equipe responsável por produzir e embalar. 

Calcule também os investimentos em redes sociais, em marketing e nas plataformas online de vendas – que vamos falar daqui a pouquinho.

Lembre também de analisar se você vai entregar apenas na sua cidade e nas proximidades, ou se vale a pena montar uma operação de delivery mais ampla – quem sabe até nacional!

Em ambas as opções, é preciso ter uma boa infraestrutura para permitir esse processo todo. Também é necessário acompanhar de perto o financeiro, para ter certeza de que vai ser possível manter a operação necessária.

Caso o que você oferece são serviços – sejam atendimentos psicológicos, consultorias ou qualquer outro tipo de serviço, é preciso avaliar a possibilidade de atendimentos online.

Analise os custos, o valor que você pode cobrar por isso e também o mercado que você pode atingir. Com atendimentos online você não precisa mais se limitar geograficamente!

Depois disso, é hora de pensar nas plataformas de vendas digitais adequadas à sua empresa!

Seja qual for o seu trabalho, você pode vender através das suas redes sociais. Pense em como promover essa possibilidade. Vendas pela Instagram, pelos grupos de Facebook ou WhatsApp, ou mesmo pelo WhatsApp Business, são boas possibilidades.

É possível ainda contar com outras plataformas. Para produtos, há opções como Mercado Livre e OLX. Para Serviços, GetNinjas pode ser um ótimo caminho. Busque as opções mais adequadas para o seu tipo de produto ou serviço.

Uma opção mais avançada, para quem já se posicionou na internet, é contar com o site da sua empresa como portfólio e também loja virtual.

Falando sobre estratégias, se você vende itens físicos, mostrar o produto e apresentar suas qualidades é uma estratégia digital interessante, que deve ser complementada com outros conteúdos de gestão de redes sociais que comentamos antes.

Já se você oferece serviços, você pode contar com depoimentos de clientes satisfeitos, por exemplo. Dicas também ajudam a mostrar que você sabe do que está falando e criam confiança no seu trabalho.

As principais redes sociais para sua empresa

Hoje as principais redes sociais para vender seus produtos ou seus serviços são Facebook, Twitter, Linkedin e Instagram.

É preciso avaliar de acordo com seu público e suas características qual a rede social mais interessante e que fazem mais sentido para a estratégia de sua empresa.

Hoje a rede social que mais cresce nesse mundo de vendas online é o Instagram. Se quiser saber mais sobre ele, é só ler nosso eBook gratuito e aprofundado sobre o assunto. É só clicar aqui embaixo:

Melhores amigos no Instagram: Como usar esta ferramenta em sua estratégia de marketing

Compartilhe este artigo
fluxo
Conheça o autor:

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *