20/05/2016
Compartilhe este artigo

Focar em conteúdo a partir do Marketing Digital exige estratégias bem pensadas para alcançar o objetivo. Uma vertente do Marketing Digital é o Marketing de Conteúdo, centrado no conteúdo, como o próprio nome já diz.

Ao se falar em produção de conteúdo devemos ressaltar que o conteúdo deve ter relevância e entregar, para o público, a demanda que ele solicita. Pensando dessa forma, produzir conteúdo como uma prática de marketing infalível para as empresas parece fácil, certo? Em partes.

Caso a entrega de conteúdo relevante não aconteça, o marketing de conteúdo poderá se tornar uma bola de neve e não entregar os resultados esperados.

Marketing de Conteúdo é sobre a minha empresa

O primeiro erro é o mais praticado na metodologia das empresas atuais. Marketing de Conteúdo não se refere sobre a sua empresa e sim sobre sua persona.

O Marketing de Conteúdo deve tratar sobre assuntos que saciem os problemas/dúvidas/curiosidades que a sua persona tem e o conhecimento que você dispõe para ajudá-lo a resolver.

Quando o Marketing de Conteúdo é construído em sua empresa com uma metodologia bem elaborada, você conseguirá educar e fidelizar seu público-alvo sobre o assunto em que você se insere no mercado.

Em outras palavras, a produção de conteúdo em marketing de conteúdo é para pessoa que poderão a vir se tornar seus clientes futuramente. O conteúdo fará sua empresa ficar conhecida antes de você, de fato, oferecer o produto/serviço.

Marketing de Conteúdo só existe na internet

Mesmo sendo uma prática muito comum relacionada ao Inbound Marketing, a origem do Marketing de Conteúdo não se viabiliza através da internet. A prática já é conhecida desde antes do desenvolvimento dos computadores.

Ou seja, qualquer informação que venha a construir o conhecimento do público-alvo e que priorize essa socialização de informações não apenas fazendo propaganda da sua marca, pode ser considerada Marketing de Conteúdo.

Fazer marketing de conteúdo é criar um blog

Um blog é o canal mais importante quando o assunto é Marketing de Conteúdo, entretanto, ele deve ser focado em ser o canal de distribuição do seu conteúdo relevante.

Um exemplo, aqui no nosso blog nós compartilhamos conhecimento através de materiais ricos como eBooks, infográficos, pôsters e muitas outras formas de conteúdo que estão disponíveis na nossa página de materiais educativos.

Vale, ainda, lembrar que existe uma infinidade de blogs na internet que não se enquadrariam como Marketing de Conteúdo, como blogs pessoais ou de notícias.

Preciso publicar todos os dias no blog

Não são publicações diárias que conseguem fazer com que seu leitor volte a acessar seu blog. São publicações que entreguem a ele o que ele está buscando. Publicar com frequência não é tão importante se você deixa a qualidade de lado.

Seguir um planejamento de postagens, publicando duas ou três vezes na semana focando em entregar a demanda procurada fará seu visitante voltar sempre que tiver alguma duvida, pois compreenderá que você está construindo sua autoridade no assunto da sua empresa.

Quantidade é bom, mas a qualidade é o principal fator que vai determinar o sucesso de sua estratégia de conteúdo.

Só um assessor de imprensa pode fazer Marketing de Conteúdo

Apesar de ser uma afirmação muito conhecida, ela não é verdadeira. Não cabe a um assessor de imprensa construir o conteúdo que a sua empresa precisa. Essa função cabe a um produtor de conteúdo.

Ressaltamos que nada impede que um assessor produza os conteúdos, porém, ao serem criados por um produtor os métodos utilizados serão diferentes.

O trabalho de uma assessoria de imprensa é muito importante, mas é outro trabalho.

Marketing de Conteúdo é para gerar tráfego

A geração de tráfego faz parte das estratégias definidas em Marketing de Conteúdo, porém, esse tipo de Marketing não se volta apenas para isso. Os principais objetivos do Marketing de Conteúdo são educar os leitores, se tornar referência e influenciar na decisão de compra dos seguidores.

Falar sobre o que eu sei vai matar meu negócio e abastecer meus concorrentes

O que acontece na verdade é que quando você revela seu conhecimento de forma gratuita, você acaba gerando respeito e criando identificação com o seu seguidor, tornando-se referência no assunto.

Para reforçar, recomendamos a leitura do post “Produzir conteúdo de qualidade e revelar seus segredos não mata seu negócio”.

Marketing de Conteúdo é Inbound Marketing

O Marketing de Conteúdo e o Inbound Marketing são conteúdos que se complementam, porém não são a mesma coisa. O Marketing de Conteúdo é apenas um conceito de Inbound Marketing.

Este, por sua vez, precisa do conteúdo para gerar valor em, pelo menos, uma das etapas do Inbound.

Conteúdo pode ser tanto para atrair quanto para reter, ou seja, para chamar a persona para o seu site e para fidelizá-lo por meio de conteúdos gratuitos e de alta relevância.

Marketing de Conteúdo é só uma estratégia de SEO

Essa pode ser considerada apenas uma meia verdade. O marketing de Conteúdo não deixa de ser uma estratégia de SEO, porém, ele não é apenas isso.

Com o passar do tempo, você acabará construindo uma audiência fiel. As pessoas que seguem algum dos perfis da sua empresa, assinam suas newsletters e/ou adicionam o seu site nos favoritos. Dessa forma, é muito importante que os conteúdos produzidos sem otimizados em SEO, mas, primeiramente, pensados sempre para o usuário.


Compartilhe este artigo
São mais de 12 anos de experiência em Desenvolvimento voltado para internet, 8 anos trabalhando com Marketing Digital e uns 4 anos ajudando empresas a ter mais oportunidades de negócio com o Inbound Marketing.
Rafael Longo
Conheça o autor:

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *